Suprema Corte condena seis dimarqueses por vender camisetas das Farc e da FPLP

A Suprema Corte da Dinamarca condenou nesta quarta-feira seis dinamarqueses por vender camisetas para arrecadar fundos para as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e a Frente Popular da Libertação da Palestina (FPLP).

AFP |

A legislação dinamarquesa antiterrorista de 2002, adotada por causa dos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos, proíbe o financiamento direto ou indireto de movimentos terroristas e quem infringe essa lei pode ser condenado a até dez anos de prisão.

Os juízes confirmaram o veredicto anterior de 2008 da Corte de Apelações, com penas que variam de seis meses e a 30 dias de prisão.

sa/cn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG