CABUL - Pelo menos 44 supostos talibãs e um policial afegão morreram em combates registrados nas últimas 24 horas em diferentes pontos do Afeganistão, segundo informaram neste sábado várias fontes oficiais.

O combate mais intenso aconteceu nesta sexta-feira no distrito de Nad Ali, situado na província de Helmand (sul), onde um grupo de tropas americanas e afegãs matou 33 supostos talibãs.

Os soldados faziam uma patrulha de segurança quando sofreram um ataque insurgente, pelo que se defenderam e solicitaram apoio aéreo, segundo um comunicado do comando americano no Afeganistão.

Outro grave confronto aconteceu na província ocidental de Farah, quando um grupo de talibãs atacou um posto de controle policial no distrito de Pusht-e-Rod, segundo informou em outro comunicado do Ministério de Defesa afegão.

O ataque - a Defesa não especificou quando aconteceu - desencadeou um violento combate contra os policiais, que receberam reforços do Exército afegão e conseguiram matar sete supostos talibãs.

Embora o Ministério tenha negado haver sofrido baixas próprias, um oficial do Exército afegão, Naimatullah Khalil, assegurou à agência afegã "AIP" que um policial morreu e outro ficou ferido durante o confronto.

Além disso, as tropas americanas mataram outros quatro supostos insurgentes - incluído um dirigente talibã vestido de mulher - durante outra operação registrada na província centro-oriental de Ghazni, afirmou o comando. No Afeganistão morreram mais de 4.500 pessoas vítimas da violência neste ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.