Suposto membro do ETA é detido no aeroporto de Lisboa

Madri, 12 mar (EFE).- Um suposto membro do grupo terrorista ETA, de nome Andoni Cengotitabengoa, foi detido na noite desta quinta-feira no aeroporto de Lisboa, carregando um passaporte mexicano falso e uma passagem para viajar para a Venezuela, informaram hoje fontes da luta antiterrorista.

EFE |

O suposto "etarra", que foi preso pela Polícia portuguesa, foi identificado, junto a seu companheiro Oier Gómez Mielgo, como um dos ocupantes de uma casa da localidade de portuguesa de Óbidos, onde a Polícia localizou um arsenal do ETA no início de fevereiro.

Cengotitabengoa, nascido na cidade basca de Bilbao em 1979, foi identificado através das câmeras de segurança de uma loja onde foi fazer compras, e está na lista dos terroristas mais procurados pela Guarda Civil espanhola.

O suposto "etarra" estava foragido desde 2003, e tinha sido condenado a 13 anos de prisão por atos de violência em 2000.

Os planos da ETA de se instalar em Portugal foram revelados em janeiro, quando a Guarda Civil espanhola interceptou, perto da fronteira entre os dois países, uma caminhonete com explosivos e, horas mais tarde, a Polícia portuguesa deteve três supostos membros do grupo terrorista.

Neste ano, foram detidos 30 supostos membros do ETA, 20 na Espanha, sete na França e três em Portugal. EFE lss/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG