Suposto membro da Al Qaeda morre em conflito no Iraque

Bagdá, 28 jan (EFE).- Pelo menos três pessoas - entre elas um suposto membro da rede terrorista Al Qaeda - morreram no Iraque, revelaram hoje fontes do Ministério do Interior do país e o Exército dos Estados Unidos, que também informou sobre a detenção de outras sete pessoas sob acusação de integrarem organizações criminosas.

EFE |

Segundo as fontes do Ministério, pelo menos uma pessoa morreu nesta quinta-feira e outra ficou ferida por disparos feitos por insurgentes contra uma patrulha das tropas iraquianas de vigilância a embaixadas estrangeiras na zona de Al-Masbah, no sudeste de Bagdá.

Os dois baleados eram integrantes da patrulha, de acordo com os informantes.

Além disso, o imã (ministro da religião muçulmana) da mesquita do bairro de Adi, no oeste da capital, identificado como xeque Ahmad Sabun, morreu hoje ao ser baleado quando saía do templo.

As fontes do Ministério também informaram que pelo menos onze pessoas ficaram feridas, entre elas nove policiais em dois ataques separados em Kirkuk, a 250 quilômetros ao norte de Bagdá.

Por sua vez, o comando militar americano no Iraque disse em comunicado que um suposto membro da Al Qaeda foi abatido no último dia 22 em uma operação em lugar não especificado do país árabe.

A nota acrescenta que o suposto terrorista, identificado como Saad Uwayyd Muyil Al Shammari, conhecido como Abu Khalaf, facilitava o trânsito de insurgentes da Síria ao Iraque para cometer atentados.

O texto indica que alguns dos terroristas estrangeiros, supostamente ajudados por Abu Khalaf para conseguirem entrar no Iraque, perpetraram atentados neste país, causando a morte de muitas pessoas, entre elas, civis e membros dos serviços de segurança.

Segundo outro comunicado do Exército americano, sete supostos insurgentes foram detidos hoje em duas operações militares que tinham o objetivo de desarticular uma célula da Al Qaeda que planejava ataques em Bagdá. EFE.

ah-hh-ssa/id

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG