Suposto médico das Farc diz que estado de Betancourt é muito delicado

Bogotá, 4 abr (EFE).- Um guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) detido na semana passada e considerado médico da cúpula da organização armada declarou hoje que o estado de saúde da ex-candidata presidencial franco-colombiana Ingrid Betancourt, seqüestrada desde 2002, é muito delicado, disseram fontes judiciais.

EFE |

O suposto médico, Heiver Uriel Rodríguez Cruz, capturado no dia 29 de março perto de Bogotá por agentes da Promotoria colombiana, apresentou a esse organismo estatal uma espécie de ficha clínica de Ingrid Betancourt, a quem assegurou ter atendido, disse um porta-voz da entidade.

De acordo com Rodríguez Cruz, a ex-candidata cativa sofre de desnutrição aguda, gastrite crônica com refluxo do esôfago, malária, síndrome do cólon irritável e dor aguda ao nível de hipocôndrio.

O detido, de 54 anos, pertenceu à frente número 44 das Farc, de acordo com a Promotoria.

Rodríguez não disse a data nem o lugar no qual supostamente atendeu à política seqüestrada. EFE gta/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG