Suposto líder da Al-Qaeda no Paquistão pede o fim dos combates

O suposto líder da Al-Qaeda no Paquistão, o chefe tribal Baitulah Mehsud, acusado por uma recente onda de atentados, pediu a seus combatentes um cessar-fogo.

AFP |

O pedido, divulgado por panfletos, foi feito no momento em que o governo prepara um acordo de paz, em particular com este grupo. Os Estados Unidos expressaram preocupação com as negociações entre Islamabad, seu aliado chave na guerra contra o terrorismo, e estes talibãs ligadas à rede de Osama Bin Laden.

Mehsud ordenou a seus combatentes do Movimento dos Talibãs do Paquistão (TTP) que cessem os ataques contra as forças de segurança, nos panfletos distribuídos em várias zonas tribais do noroeste, fronteiriças com o Afeganistão.

Os Estados Unidos consideram que a Al-Qaeda e os talibãs afegão reconstituíram suas forças nesta região.

str-sz/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG