Suposto cérebro do 11/9 depõe diante de familiares de vítimas

O suposto cérebro dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, Khalid Sheikh Mohamed, compareceu nesta segunda-feira a um tribunal militar americano no centro de detenção de Guantánamo, pela primeira vez na presença de familiares de vítimas dos ataques.

AFP |

Estas audiências preliminares ante um tribunal militar de exceção, dedicadas à preparação do processo propriamente dito, começaram às 09H00 local (12H00 de Brasília).

O suposto cérebro da operação do 11 de Setembro e outros quatro co-acusados respondem por crimes de guerra e podem ser condenados à pena de morte. Todos eles estão detidos na base americana de Guantánamo, que o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu fechar.

Até agora nenhuma pessoa próxima às vítimas dos atentados havia sido autorizada a assistir a um processo em Guantánamo.

chv/fp-lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG