O suposto cérebro dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, Khalid Sheikh Mohamed, compareceu nesta segunda-feira a um tribunal militar americano no centro de detenção de Guantánamo, pela primeira vez na presença de familiares de vítimas dos ataques.

chv/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.