Suposto atirador força fechamento de Virginia Tech, nos EUA

Polícia investiga relatos de que homem aparentemente armado foi visto em universidade onde atirador deixou 33 mortos em 2007

iG São Paulo |

A Universidade Virginia Tech foi fechada nesta quinta-feira depois que três crianças em um acampamento de verão disseram ter visto um homem segurando o que parecia ser uma arma, um relato inquietante em um campus onde um massacre deixou 33 mortos em 2007.

A universidade lançou um alerta em seu site às 9h37 locais (10h37 em Brasília), pedindo aos estudantes e empregados que ficassem dentro das instalações e trancassem as portas. "Há supostamente uma pessoa armada perto de Dietrick (um refeitório da universidade). Não saiam. Certifiquem-se de que as portas estejam fechadas. As forças de segurança estão no local. Liguem para 911 para pedir ajuda", disse a administração da Virginia Tech no site da universidade.

Uma rede local de televisão disse que os alarmes do campus tinham sido ativados. Apesar de ser período de férias, muitos estudantes e professores estão no local por causa de cursos de verão. "Às 9h09 locais, três jovens que participam das atividades de verão na universidade disseram ter visto um homem branco, de 1,80m, de cabelos castanhos na ala leste da Nova Residência, com o que poderia ser uma arma." Eles disseram que "a arma estava coberta com um pano", acrescentou a universidade.

Mais tarde, em uma coletiva, o porta-voz da universidade, Larry Hincker, disse que o alerta emitido na manhã desta quinta-feira continuava em vigor, com as pessoas devendo se manter dentro dos prédios até mais informações.

Os agentes de segurança enviados ao local não encontraram, entretanto, "nenhuma pessoa que correspondesse à descrição". Apesar disso, o chefe policial de Virgia Tech, Wendell Flinchum, disse que as três crianças foram entrevistadas e que a informação que deram pareceu crível.

Cho Seung-hui, um estudante de 23 anos, matou em 2007 32 estudantes e professores da Virginia Tech antes de se suicidar. A universidade teve que pagar uma multa de US$ 55 mil por não ter alertado a tempo os estudantes de que um homem armado estava no campus.

*Com AP e AFP

    Leia tudo sobre: euavirginia techatirador

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG