Suposto ataque com mísseis dos EUA mata 3 no Paquistão

Islamabad, 8 jan (EFE).- Pelo menos três pessoas morreram hoje em um novo ataque com mísseis supostamente lançados por um avião não-tripulado dos Estados Unidos na região tribal paquistanesa do Waziristão do Norte, informou o canal de televisão Geo TV.

EFE |

Segundo a "Geo TV", que cita uma fonte não identificada, um míssil atingiu uma casal na região de Tappi, próxima ao município de Miranshah, capital do Waziristão do Norte, que fica na fronteira com o Afeganistão.

De acordo com esta versão, o imóvel ficou completamente destruído após o ataque.

No último dia 6, outras 17 pessoas morreram em dois ataques similares sucessivos também no Waziristão do Norte, região na qual membros da rede terrorista Al Qaeda buscam refúgio.

Em entrevista coletiva concedida em Islamabad, o senador e ex-candidato à Presidência dos EUA John McCain defendeu hoje o uso de aviões não tripulados para atacar talibãs e membros da Al Qaeda baseados nas áreas tribais paquistanesas.

O Governo paquistanês não reconhece oficialmente a colaboração com Washington neste tipo de ataque - mais de 40 durante o ano passado. Porém, segundo uma fonte dos serviços secretos paquistaneses (ISI) consultada pela Agência Efe, há uma cooperação de inteligência entre ambas as partes para este tipo de ação. EFE igb-mb/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG