Superpoderes dados a Chávez em 2007 expiram nesta sexta-feira

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, se verá privado a partir desta sexta-feira de seus poderes excepcionais para legislar concedidos temporariamente pelo Parlamento, que lhe permitiram promulgar sem debate cerca de 40 leis.

AFP |

A Assembléia Nacional, unicameral e em quase sua totalidade oficialista, cedeu esses poderes em 31 de janeiro de 2007 por um período de 18 meses para que Chávez elaborasse e adaptasse várias leis à reforma da Constituição de teor socialista que promovia então.

No entanto, a reforma constitucional foi rejeitada no referendo de dezembro apssado e das centenas de leis que Chávez queria aprovar, só pode promulgar 39, entre elas a estatização das companhias de telecomunicacões, eletricidade e siderurgia.

nn/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG