Supermercado britânico proíbe clientes de pijama

Um supermercado na região da cidade de Cardiff, no País de Gales, colocou cartazes na sua entrada pedindo a seus clientes que não entrem na loja vestindo pijamas. Para evitar ofensa ou constrangimento para outras pessoas, pedimos que nossos clientes se vistam de forma apropriada quando visitarem nossa loja (calçados devem ser usados todo o tempo e nenhuma roupa de dormir é permitida), informam os cartazes.

BBC Brasil |

Um porta-voz do supermercado, da rede Tesco, afirmou que o supermercado não tem regras rigorosas para as roupas de seus clientes, mas não quer pessoas andando por seus corredores usando pijamas porque isto poderia ofender os outros clientes.

"Não somos uma casa noturna com um código de vestimenta severo, e, claro, jeans e tênis são bem-vindos. No entanto, pedimos que nossos clientes não comprem usando pijamas ou camisolas. Para não causar ofensa ou constrangimento a outros", afirmou.

Um porta-voz do supermercado afirmou que não tem conhecimento de um pedido como este em qualquer outra loja da rede Tesco, uma das maiores da Grã-Bretanha.

'Ridículo'
Elaine Carmody, 24, dona de casa e mãe de dois filhos, descreveu a proibição como "ridícula" e "patética".

Ela afirma que ia várias vezes fazer compras no supermercado usando pijama até que, há cerca de uma semana, ela teve sua entrada proibida quando foi até o local comprar cigarros.

Carmody afirma que apenas iria permanecer rapidamente na loja e acrescentou que, se fosse fazer a compra completa, então, "obviamente", teria que se vestir de forma diferente.

"Eles (o supermercado) deveriam estar felizes, pois você vai gastar seu dinheiro na loja".

"Eles vão perder clientes, as pessoas vão para outras lojas comprar coisas onde podem entrar de pijama", acrescentou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG