Sunitas iraquianos celebram festa muçulmana com fortes medidas de segurança

Bagdá, 8 dez (EFE).- Os muçulmanos sunitas do Iraque começaram hoje a celebração do Eid al-Kabir (Festa Grande) em meio a intensas medidas de segurança, enquanto os xiitas, maioria neste país, só começarão os festejos amanhã.

EFE |

Segundo fontes policiais, foi mobilizado um esquema de segurança especial para evitar que ocorram atentados nesta data, que coincide com os últimos dias da peregrinação à cidade santa de Meca, na Arábia Saudita.

O oficial de Polícia Qasim Musawi disse à Agência Efe que foram instalados mais postos de controle, tanto na capital iraquiana quanto em outros pontos que podem se transformar em alvo de ataques de grupos terroristas.

Entre as medidas especiais impostas para estes dias de comemoração, que duararão até a próxima quarta-feira, foi proibido o estacionamento de veículos nas valetas e o tráfego de veículos de tração animal.

Além disso, em Bagdá, foi proibido o tráfego de bicicletas e motocicletas Nas mesquitas, os imames pediram uma atmosfera de irmandade, tolerância, cooperação e união, para se afastar das atitudes baseadas no sectarismo e o racismo.

O Eid al-Kabir, conhecido também como Eid al-Adha (Festa do Sacrifício), lembra o sacrifício de um cordeiro realizado pelo profeta Abraão a Deus no lugar do próprio filho Ismael. EFE ah/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG