Sultão de Yogyakarta anuncia candidatura às eleições na Indonésia

Jacarta, 28 out (EFE).- O sultão de Yogyakarta, Hamengkubuwono X, um dos líderes mais populares da Indonésia, anunciou hoje sua esperada candidatura às eleições presidenciais, previstas para 2009, com o intuito de lutar contra a pobreza e o desemprego.

EFE |

O nobre, que conta com longa história política no sul do arquipélago, anunciou sua decisão diante de aproximadamente 200 mil pessoas que se reuniram em uma esplanada em frente ao palácio Kraton, informou a imprensa local.

"Cumprindo o chamado da mãe pátria, estou preparado para ser presidente em 2009", proclamou Hamengkubuwono X, de 62 anos, que para alguns javaneses é uma figura semidivina.

O sultão, formado em Direito, é uma figura muito popular e ativa que recebeu pressões para apresentar sua candidatura ao pleito, mas demorou a se decidir.

Além dele, disputarão a Chefia do Estado o atual presidente indonésio, Susilo Bambang Yudhoyono, e sua antecessora, Megawati Sukarnoputri.

Hamengkubuwono X une a autoridade de uma longa dinastia javanesa a uma forte convicção democrática, como demonstrou ao apoiar o processo que se seguiu à queda do regime ditatorial do general Suharto (1966-1998).

A carreira política de sua família se remonta à época pré-colonial, embora não tenha começado realmente a despontar até 1755, quando as autoridades holandesas concederam a seu antecessor, Hamengkubowono I, o título de sultão.

Desde então, e até a independência no final da Segunda Guerra Mundial, a dinastia governou a região com grande autonomia.

Com a chegada da democracia em 1998, Yogyakarta se tornou a única província da Indonésia que é governada por um sultanato da época pré-colonial.

A assembléia regional elegeu o sultão de forma democrática como governador e o revalidou nas urnas cinco anos depois. EFE jpm/fh/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG