SEUL - A Coréia do Sul completa neste domingo a retirada de parte dos funcionários que trabalhavam no complexo industrial de Kaesong, na Coréia do Norte, um dia antes do fechamento da fronteira comum por decisão de Pyongyang.

Segundo a agência "Yonhap", várias centenas de sul-coreanos abandonaram neste domingo o complexo industrial, uma semana após a Coréia do Norte exigir de Seul a retirada dos sul-coreanos que operavam em Kaesong.

Nesse complexo, símbolo da reconciliação dos dois países após mais de meio século de confrontos, 88 empresas sul-coreanas empregam mão-de-obra norte-coreana desde 2004.

Com a medida imposta por Pyongyang, agora cerca de 1.700 sul-coreanos poderão permanecer no parque industrial de Kaesong frente aos 4.100 que havia inicialmente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.