Sul-coreanos desaparecem na fronteira com Coreia do Norte após uma enchente

Seul, 6 set (EFE).- Seis sul-coreanos desapareceram hoje arrastados pela enchente de um rio perto da fronteira com a Coreia do Norte, devido à abertura de uma represa no lado norte-coreano, informou a Polícia sul-coreana à agência local Yonhap.

EFE |

Os desaparecidos foram arrastados pela correnteza, enquanto acampavam na beira do rio Imjin, na localidade de Yeoncheon, a 60 quilômetros ao norte de Seul.

O rio nasce na Coreia do Norte e atravessa a linha de demarcação fronteiriça entre as duas Coreias para desembocar no Mar Ocidental (Mar Amarelo).

Entre os desaparecidos está uma criança, informaram à "Yonhap" fontes dos serviços de resgate.

A Polícia sul-coreana acredita que a causa mais provável do acidente tenha sido a liberação repentina de água represada, o que fez com que o leito do rio crescesse rapidamente. EFE ce-jmr/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG