Pelo menos seis pessoas foram assassinadas nesta segunda-feira em Seul por um inquilino que incendiou a pensão em que morava e esfaqueou as pessoas que tentavam escapar das chamas.

Sete pessoas feridas estão em condições graves. Cinco moradores não resistiram aos ferimentos provocados pelo agressor com uma faca e a sexta faleceu ao saltar do edifício, em um bairro da zona sul da capital.


Policiais isolam o prédio incendiado / AP

O criminoso é um homem desempregado de 31 anos. Segundo a polícia, ele tinha problemas financeiros e não pagara o aluguel, as contas de telefone nem as multas que recebera.

"O mundo está contra mim. Não quero mais viver", disse o homem à polícia.

Leia mais sobre Coreia do Sul

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.