Os locais de votação abriram as portas nesta quarta-feira na África do Sul para as quartas eleições gerais desde o fim do apartheid, que devem dar mais uma vez a vitória ao Congresso Nacional Africano (ANC), com o líder do partido, Jacob Zuma, na presidência do país.

Milhares de pessoas formavam longas filas diante dos quase 20.000 centros de votação da África do Sul.

Mais de 23 milhões de eleitores estão registrados para eleger uma nova Assembleia Geral e os parlamentos provinciais.

Amplamente majoritário desde a instauração da democracia multirracial em 1994, o ANC volta a aparecer como o grande favorito. De acordo com as pesquisas, o partido deve obter mais de 60% dos votos.

Zuma, 67 anos, que teve a imagem prejudicada por acusações de corrupção que foram arquivadas no início de abril, deve ser designado chefe de Estado pelos deputados eleitos nesta quarta-feira.

tt-chp/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.