Sul da China entra em alerta por tempestade

Pequim, 27 set (EFE).- As autoridades da ilha chinesa de Hainan, no sul do país, emitiram um alerta devido à iminente chegada da tempestade tropical Ketsana, que nas Filipinas causou a morte de 80 pessoas, deixou 23 desaparecidos e 300 mil desabrigados, informou hoje a agência oficial Xinhua.

EFE |

"Ketsana" será a 18ª tempestade a chegar à China este ano, e levará à ilha ventos de mais de 90 km/h, acrescentou a informação.

Os observatórios meteorológicos advertem que a tempestade poderia aumentar sua força e atingir a costa do sul de Hainan, onde se encontram localidades turísticas.

Nas Filipinas, o tufão causou as piores inundações em quatro décadas, e o Governo declarou o estado de catástrofe na capital e em outras 25 províncias afetadas pelo temporal na ilha de Luzon.

A China sofre todos os anos a passagem de cerca de 20 tufões e tempestades tropicais pelo sul e sudeste do país.

Há apenas dez dias, o tufão "Koppu" deixou nove mortos e obrigou a retirar cerca de 20 mil residentes na província de Cantão.

No entanto, na Ásia Oriental, o território mais afetado pelos tufões esta temporada foi Taiwan, onde a passagem do "Morakot" causou cerca de 600 mortes e desaparecidos, no pior temporal sofrido pela ilha em meio século. EFE abc/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG