Suíços descobrem molécula que pode ajudar na luta contra aids

(Embargada até as 22h de hoje, em Brasília) Genebra, 11 nov (EFE).- Pesquisadores da Universidade de Genebra, com o apoio da Fundação Mintaka, descobriram uma molécula microbicida que pode ajudar na luta contra a aids especialmente em mulheres de países em desenvolvimento.

EFE |

A equipe da Universidade de Genebra que descobriu a molécula é dirigida pelo professor Oliver Hartley.

Há 4 anos, os pesquisadores desenvolveram uma proteína que protegia às fêmeas dos macacos de uma infecção vaginal.

A eficácia da proteína se provou, mas o custo para produzi-la era muito elevado.

Por isso, seguiram investigando e reinventaram a estrutura da molécula utilizando uma técnica inovadora relacionada com a engenharia das proteínas.

Os pesquisadores devem determinar agora como a proteína vai se apresentar, embora o mais viável seja em um creme ou uma espuma diretamente aplicável sobre as mucosas corporais para que evite ativamente a intrusão de um vírus no corpo durante as relações sexuais.

A Fundação Mintaka para a pesquisa médica deu ajuda financeira ao projeto, e agora está buscando financiamento extra para poder realizar os testes clínicos em 2010. EFE mh/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG