Suicidas tentam invadir base afegã da Otan

Pelo menos seis insurgentes suicidas foram mortos ao tentar invadir uma base da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) administrada pelos americanos na cidade de Khost, no sudeste do Afeganistão, segundo autoridades locais. De acordo com o correspondente da BBC em Cabul Alastair Leithead, a base de Camp Salerno foi inicialmente atacada com mísseis e bombas de morteiro e, em seguida, seis insurgentes usando coletes com explosivos tentaram romper o esquema de segurança.

BBC Brasil |

Na segunda-feira, dez civis foram mortos quando um carro-bomba explodiu em frente ao portão dessa mesma base militar.

De acordo com a Força Internacional de Assistência de Segurança (Isaf, na sigla em inglês), três insurgentes detonaram seus explosivos e três foram mortos antes de conseguirem fazer o mesmo.

Esse foi o mais grave de uma série de ataques sofridos pelas forças da Otan no país nas últimas 24 horas.

Em Sirobi, perto da capital Cabul, as forças da Otan estão em confrontos com insurgentes desde a tarde de segunda-feira, segundo a Isaf, depois que uma equipe de patrulhamento foi atacada em uma emboscada.

Os dois lados ainda estariam em confronto no local e, segundo Leithead, há relatos de vítimas.

Em Cabul, apesar do aumento na segurança, dois mísseis lançados na cidade durante a noite atingiram uma área perto da sede da Isaf.

Em Kandahar, no sul do país, uma equipe de patrulhamento da Otan foi atingida por uma bomba na beira de uma estrada.

Segundo Leithead, incidentes como esses agora acontecem todos os dias no Afeganistão, e a situação de segurança parece estar se deteriorando.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG