Suíça se dispõe a receber prisioneiros libertados de Guantánamo

Genebra, 21 jan (EFE).- O Governo suíço mostrou hoje predisposição a aceitar prisioneiros libertados do centro penitenciário da base militar de Guantánamo.

EFE |

O porta-voz do Conselho Federal (Executivo), Oswald Sigg, deixou claro, no entanto, que as decisões de acolher ou não cada detido serão tomadas após análises "detalhadas e minuciosas" de cada caso.

A Procuradoria Militar dos Estados Unidos, a pedido do presidente Barack Obama, suspendeu durante quatro meses os julgamentos de presos detidos em Guantánamo.

"A Suíça está disposta a examinar que maneira pode contribuir para resolver o problema de Guantánamo", especificou Sigg.

O porta-voz destacou que a Suíça "cumprimenta" a decisão de Obama de fechar a prisão de Guantánamo assim que for possível.

"Para a Suíça, a prisão de pessoas em Guantánamo contraria o direito público internacional", concluiu. EFE mh/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG