Suíça pede aos EUA que não pressionem o banco UBS

Genebra, 6 mar (EFE).- A ministra de Assuntos Exteriores suíça, Micheline Calmy-Rey, advertiu nesta sexta-feira a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, que se os Estados Unidos continuarem pressionando o banco UBS para que revele os nomes de milhares de seus clientes, as relações bilaterais e muitos empregos ficariam em perigo.

EFE |

"Disse à secretária de Estado que não é fácil para a Suíça aceitar essa pressão sobre o UBS que vai contra da lei suíça, e que devemos evitar que aumente a tensão porque o UBS tem 30 mil empregos nos Estados Unidos e muitos mais na Suíça", disse Micheline aos jornalistas após se encontrar durante meia hora com Hillary.

Segundo Micheline, ambas se mostraram de acordo em que se deve evitar toda escalada sobre este assunto para evitar males maiores.

A ministra suíça ressaltou que a "Suíça mantém uma tradição de cooperar judicialmente com as autoridades americanas (no terreno das contas secretas) quando aconteceram casos de suspeitas de financiamento do terrorismo".

Mas insistiu que se a pressão sobre o UBS continuar se poderia rachar todo o sistema econômico suíço e mundial.

UBS, o maior banco suíço, é um dos mais afetados pela crise dos ativos podres consequência de seus investimentos nos EUA, mas além disso é há semanas pressionado pelo Ministério da Justiça dos EUA para que revele os nomes de milhares de clientes, após ter aceito quebrar o sigilo bancário de cerca de 300 nomes de supostos defraudadores fiscais.

Micheline assinalou que ambas as políticas também tinham abordado outros assuntos de interesse mútuo, como a crise da Geórgia, o programa nuclear iraniano e o fechamento de Guantánamo.

Sobre outros casos de cooperação bilateral, Micheline disse que HIllary agradeceu à Suíça por representar os interesses dos EUA no Irã, "assim como nosso papel na busca de uma solução diplomática para o conflito causado pelo programa nuclear iraniano". EFE vh/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG