Suíça decidirá em janeiro sobre extradição de Polanski

A Suíça tomará uma decisão no início do próximo ano sobre o pedido de extradição dos Estados Unidos do cineasta Roman Polanski, que está em prisão domiciliar em Gstaad, pela acusação de ter mantido relações sexuais com uma menor de idade em 1997.

AFP |

"A decisão sobre a extradição de Roman Polanski será anunciada no início do próximo ano", afirmou à AFP o porta-voz do Escritório Federal de Justiça (ministério), Folco Galli.

"O pedido de extradição dos Estados Unidos é muito detalhado, assim como as observações dos advogados, e isto leva tempo para ser examinado", explicou Galli.

O cineasta franco-polonês, detido em 26 de setembro ao desembarcar em Zurique por um mandato americano, foi liberado em 4 de dezembro após o pagamento de fiança e está em prisão domicilar em seu chalé em uma luxuosa estação dos Alpes suíços.

Roman Polanski foi autorizado a esperar na residência pela eventual extradição reclamada pelos Estados Unidos, onde a justiça o acusa por "relações sexuais ilegais" com uma adolescente de 13 anos em 1977.

at/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG