Phnom Penh, 19 jan (EFE).- Um cidadão da Suécia foi condenado hoje por um tribunal a seis anos e meio de prisão, após ser considerado culpado de várias acusações de comportamento indecente com três meninos menores de idade em diversas ocasiões.

Johan Brahim Escori, de 62 anos, será expulso do Camboja pelas autoridades quando cumprir a sentença, segundo determinação do juiz.

Entre as vítimas do condenado, está o filho adotivo dele, de 9 anos.

Em meados do ano passado, um americano foi condenado a dez anos de prisão em outro tribunal do Camboja por abusar sexualmente de uma menina de 14 anos.

Dezenas de estrangeiros foram detidos no país e acusados de pedofilia desde que, em 2003, o Governo - sob pressão da comunidade internacional - iniciou uma intensa campanha para impedir que o Camboja continue sendo um dos destinos favoritos dos pedófilos estrangeiros. EFE jcp/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.