NOVA YORK - O sueco de origem libanesa Oussama Kassir foi considerado culpado nesta terça-feira, em um tribunal federal de Nova York, por tentar montar um campo de treinamento de terroristas da Al-Qaeda nos Estados Unidos.

Kassir foi declarado "culpado de todas as acusações", informou uma fonte do tribunal do distrito sul de Manhanttan, sobre o julgamento iniciado no mês passado.

O réu havia chegado aos Estados Unidos em setembro de 2007, procedente de Praga, onde estava detido desde 2005, após ser capturado em uma escala entre a Suécia e o Líbano.

Kassir planejou, com outros cúmplices, montar um campo de treinamento para a Jihad no Oregon, com o objetivo de ensinar voluntários muçulmanos para combater no Afeganistão.

Leia mais sobre: Al-Qaeda

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.