Sudão pede que tropas de paz deixem área ocupada por rebeldes

Cartum, 1º fev (EFE).- O Governo do Sudão pediu à força de paz que a ONU e a União Africana (UA) mantêm em Darfur, conhecida como Unamid, que retire suas tropas de uma localidade há duas semanas ocupada pelos rebeldes, informou hoje uma fonte dessa missão.

EFE |

A porta-voz da Unamid, Josephine Guerrero, disse que as autoridades sudanesas pediram hoje a saída dos 196 soldados do contingente de paz que estão posicionados na localidade de Mohayeria, no sul de Darfur.

Segundo a funcionária, o Governo de Cartum não deu explicações para o pedido.

A localidade de Mohayeria foi ocupada em 14 de janeiro pelos rebeldes do Movimento para a Justiça e a Igualdade (MJI), que expulsaram da área os milicianos do pró-governista Movimento de Libertação do Sudão (MLS).

Guerrero disse que a Unamid está tentando convencer as autoridades sudanesas a manterem as tropas internacionais posicionadas no sul de Mohayeria, para que possam continuar dando proteção a mais de 30 mil civis que fugiram dos confrontos entre o MJI e o MLS.

A porta-voz também disse que há informações de que o Exército sudanês estaria preparando uma operação contra os insurgentes que ocupam a localidade.

O conflito em Darfur, no noroeste do Sudão, começou em janeiro de 2003, quando os insurgentes se rebelaram contra o Governo revoltados com a situação de pobreza da região. EFE az/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG