Sudão critica posição da França sobre conflito de Darfur

Cartum, 15 fev (EFE).- O Governo sudanês criticou hoje a posição da França frente ao conflito de Darfur e ao pedido de detenção em análise pelo Tribunal Penal Internacional (TPI) contra o presidente sudanês, Omar Hassan al-Bashir.

EFE |

O ministro de Estado para Assuntos Exteriores sudanês, Ali Karti, informou que comunicou hoje ao embaixador francês em Cartum que a França "joga papéis contraditórios" no que se refere a Darfur e ao assunto do TPI.

Nesse sentido, lembrou que a França respalda o presidente do grupo rebelde Movimento de Libertação do Sudão (MLS), Abdel Wahed Mohammed Noor, exilado em Paris, Além disso, Karti acusou o Governo francês de "instigar a luta contra o Sudão no seio do Conselho de Segurança da ONU, nos momentos em que (a França) fala sobre restabelecer a paz em Darfur".

O ministro lembrou que os países-membros permanentes do Conselho de Segurança - Estados Unidos, Reino Unido, França, Rússia e China- planejam discutir o uso da cláusula 26 do pacto do TPI, que permite a suspensão da análise do pedido de detenção contra Bashir.

Por sua vez, Karti revelou que amanhã deve chegar ao Sudão o secretário de Estado de Exteriores alemão, Gernot Erler, para ser informado da situação em Darfur. EFE az/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG