Submarino sofreu danos mais graves que admitidos, diz jornal

Por Sophie Hardach PARIS (Reuters) - O submarino francês que colidiu com um submarino britânico neste mês no Atlântico está mais danificado do que o governo admitiu, disse um jornal regional na quinta-feira.

Reuters |

Autoridades do Ministério da Defesa francês, criticado por inicialmente informar que o submarino havia abalroado um objeto submerso, provavelmente um contêiner, disseram que o Le Triomphant vai passar vários meses no estaleiro, mas que os detalhes não seriam revelados.

"Demos os detalhes que podemos dar, ou seja, que a cúpula do sonar foi danificada", disse o porta-voz da Marinha Jerome Erulin a jornalistas na quinta-feira.

Ele acrescentou que o incidente continua sendo investigado e que a capacidade de dissuasão da França permanece intacta. Tanto o Le Triomphant quanto o britânico HMS Vanguard transportavam armas nucleares.

Sem citar fontes, o jornal Ouest France disse que a torre de observação do submarino e seus controles de imersão também foram danificados, e que isso gera dúvidas sobre a capacidade de dissuasão nuclear francesa.

França e Grã-Bretanha disseram que a colisão ocorreu exatamente porque os submarinos foram projetados para serem silenciosos e invisíveis, e que o choque teria ocorrido a baixíssima velocidade.

No dia 6, a França informou que o Le Triomphant abalroara um objeto, provavelmente um contêiner, quando voltava de uma missão. Soube-se depois que se tratou de uma colisão contra o Vanguard na noite de 3 para 4 de fevereiro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG