Submarino da Segunda Guerra Mundial é encontrado perto das ilhas Aleutas

Os destroços de um submarino americano, que se perdeu com toda a tripulação a bordo durante a Segunda Guerra Mundial, foram encontrados perto das Ilhas Aleutas, no Oceano Pacífico, anunciou a Marinha americana.

AFP |

O USS Grunion desapareceu no dia 30 de julho de 1942 com 70 tripulantes, após participar de operações contra as forças japonesas, que haviam tomado a ilha de Kiska, no arquipélago das Aleutas.

Alertados por uma informação divulgada na internet, os filhos do capitão-de-corveta Mannert Abele, que comandava o submarino desaparecido, organizaram duas expedições para partir em busca de seus destroços - que foram finalmente localizados, a quase 1.000 metros de profundidade, perto de Kiska.

"É como ganhar dez vezes seguidas na loteria", comemorou um dos filhos de Mannert Abele, Bruce. "É muito extraordinário ver a foto submarina".

Na primeira expedição, realizada em agosto de 2006, os destroços foram detectados com a ajuda de um sonar. Um ano depois, os irmãos conseguiram tirar fotos do submarino afundado com uma câmera de alta definição instalada em um robô.

O almirante Douglas McAneny, comandante da frota americana de submarinos do Pacífico, confirmou que as imagens apresentadas pela família Abele são mesmo do Grunion.

"Esperamos que este anúncio traga um ponto final para as famílias dos 70 membros da tripulação do Grunion", declarou em um comunicado.

O motivo pelo qual o Grunion terminou no fundo do mar continua um mistério. A maioria das ilhas que compõe o arquipélago das Aleutas - cenário de uma importante batalha entre americanos e japoneses durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) - atualmente faz parte do Alasca.

jm/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG