Sri Lanka realiza primeiras eleições após fim da guerra civil

Nova Délhi, 8 ago (EFE).- As eleições na província de Uva, sul do Sri Lanka, e nas localidades de Vavuniya e Jaffna, as primeiras no norte do país após o fim da guerra civil, ocorreram hoje sem grandes incidentes, informou à Agênca Efe uma fonte oficial.

EFE |

Os colégios eleitorais fecharam as portas às 16h (7h de Brasília), de acordo com o Departamento Eleitoral do Sri Lanka.

Um funcionário do organismo eleitoral explicou que mais de um milhão de eleitores tinham se inscrito para o pleito, e que, às 11h (2h de Brasília), a participação superava os 40% nos dois distritos eleitorais que formam a província de Uva.

Na mesma hora, no norte, anteriormente sob controle da guerrilha dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE), o fluxo eleitoral era sensivelmente menor.

Em Vavuniya, a participação no começo da manhã foi de 32%, enquanto na localidade de Jaffna, no norte da ilha, foi de apenas 8,5%.

Um total de 4.978 deslocados pelo conflito armado entre o Governo do Sri Lanka e os LTTE, que terminou em meados de maio, formalizou a inscrição para votar nestas eleições.

Em sua edição digital, o jornal cingalês "Daily Mirror" informou que as autoridades tinham desdobrado intensas medidas de segurança nos arredores dos colégios eleitorais, onde o acesso aos jornalistas era restrito.

A publicação acrescentou que na província de Uva foram denunciados 17 casos de más práticas eleitorais e episódios de violência. EFE mb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG