Nova Délhi, 18 mai (EFE).- O secretário do Ministério de Assuntos Assuntos Exteriores do Sri Lanka, Palitha Kohona, disse hoje que o Executivo receberá de bom grado qualquer ajuda internacional para os 250 mil tâmeis que, vítimas do conflito no nordeste do país, se encontram refugiados em campos do Governo.

Por telefone, Kohona disse à Agência Efe que não há um calendário para o retorno de todos esses civis a seus povoados, nos quais equipes trabalharão para retirar minas e construir sistemas de condução de água e outras infraestruturas. EFE daa/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.