Sri Lanka: G8 pede às partes do conflito que poupem os civis

Os ministros das Relações Exteriores do G8 pediram neste sábado às tropas do governo do Sri Lanka e aos rebeldes tâmeis que adotem todas as medidas necessárias para evitar novas vítimas civis, em uma declaração divulgada pela chancelaria italiana.

AFP |

Os chefes da diplomacia do G8 (Estados Unidos, Rússia, Alemanha, Japão, França, Canadá, Grã-Bretanha e Itália), que este ano é presidido pela Itália, expressaram "sua profunda preocupação" com as vítimas civis em massa do conflito das tropas do Sri Lanka contra os rebeldes separatistas dos Tigres de Libertação do Eelam Tâmil (LTTE).

O G8 também expressou sua preocupação com a "deterioração da situação humanitária no norte de Sri Lanka" e "condenou energeticamente o uso de civis como escudos humanos por parte do LTTE".

Cerca de 100.000 civis escaparam dos combates, mas dezenas de milhares continuam presos em um território sob controle dos rebeldes tâmeis.

fmi/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG