O exército cingalês rejeitou um novo pedido de trégua dos rebeldes tâmeis, impondo como condição prévia que os insurgentes entreguem as armas.

"Nós consideramos que devem baixar as armas e render-se", declarou o general Udaya Nanayakkara.

"Nossa posição não mudou", completou.

aj/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.