Sri Lanka cerca último reduto de guerrilha separatista

Nova Délhi, 26 jan (EFE).- O Governo do Sri Lanka afirmou hoje que suas tropas estão atacando os últimos redutos de resistência da guerrilha tâmil no norte da ilha, após o Exército cingalês conquistar ontem o último grande centro de operações dos rebeldes, a cidade de Mullaitivu.

EFE |

Em comunicado, o Ministério da Defesa do Sri Lanka especificou que os soldados estão recuperando áreas que eram dominadas pela guerrilha dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) ao redor do lago de Challai, perto de Mullaitivu.

Segundo o Ministério da Defesa cingalês aventurou que "muitos analistas esperam que os terroristas tenham suas batalhas finais" em Challai, referindo-se à guerrilha.

O Governo disse ainda que suas tropas encontraram cadáveres de pelo menos 12 membros dos LTTE em áreas de combate, enquanto franco-atiradores do Exército mataram outros 11.

O Governo, que calcula em cerca de 300 quilômetros quadrados o território ainda controlado pelos rebeldes, admitiu que "as tropas também sofreram danos", embora não tenha dado mais detalhes.

Não há uma apuração completa oficial de mortos nos últimos dias, algo que também não conseguiram fazer os militares e o Ministério da Defesa. EFE amp/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG