Sri Lanka bombardeia quartel-general da guerrilha tâmil

Nova Délhi, 2 out (EFE).- O Exército do Sri Lanka lançou hoje uma ofensiva aérea contra o quartel-general da guerrilha tâmil no distrito de Kilinochchi, no norte do país, considerado um reduto dos rebeldes, informou o Ministério da Defesa cingalês.

EFE |

Aviões de combate da Força Aérea bombardearam o quartel-general da guerrilha Tigres de Libertação do Tâmil Eelam (LTTE), situado a dois quilômetros da cidade de Kilinochchi, segundo um comunicado.

A operação teve êxito e aconteceu às 12h40 (3h40, Brasília), segundo a nota, que não informa sobre vítimas civis nem militares.

O site "TamilNet", afim à guerrilha, informou que dois civis morreram e outros cinco ficaram feridos durante a ofensiva aérea.

Segundo a fonte, os militares bombardearam a sede do escritório político e a secretaria de paz dos LTTE, ambos no centro da cidade.

Os dois edifícios eram utilizados por mediadores de paz noruegueses e diplomatas estrangeiros que tinham intervindo nas negociações entre a guerrilha e o Governo, acrescentou o "TamilNet".

Além disso, várias casas e estradas próximas aos edifícios bombardeados sofreram danos.

O Exército cingalês intensificou sua ofensiva nos últimos meses com o objetivo de encurralar o LTTE no norte do país, onde os choques armados são constantes.

Pelo menos 17 rebeldes morreram ontem em enfrentamentos entre a guerrilha e as tropas cingalesas nos distritos de Vavuniya, Jaffna e Welioya, todos no norte do país.

Um soldado cingalês morreu e três ficaram feridos nos choques.

Os rebeldes da LTTE enfrentam as Forças Armadas do Sri Lanka há mais de duas décadas para conseguir um Estado independente no leste e no norte do país.

No dia 16 de janeiro, o Governo renunciou aos acordos de cessar-fogo assinados em 2002, jogando o país novamente em estado de guerra após o fracasso em 2007 das negociações entre o Executivo e a guerrilha. EFE mb/wr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG