Sri Lanka anuncia morte de mais 250 rebeldes tâmeis

Nova Délhi, 5 abr (EFE).- O Exército do Sri Lanka afirmou hoje que matou 250 rebeldes tâmeis desde sábado à noite, dentro de uma violenta ofensiva militar para conquistar o último povoado onde a guerrilha resistia, no norte da ilha.

EFE |

O Ministério da Defesa cingalês disse, em comunicado, que, desde no último dia 1º, as tropas governamentais mataram "mais de 400 terroristas" e conseguiram "o controle absoluto" da localidade de Puthukkudiyirippu, embora o Governo já tivesse dado a localidade por conquistada dias atrás.

Segundo o ministério, sete comandantes da guerrilha dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) morreram nos últimos combates nesta localidade selvática, situada no distrito nordeste de Mullaitivu.

"As tropas agora estão em condições de realizar mais movimentos táticos no resto do território para libertar as centenas de civis tomados como reféns pelos LTTE", afirmou o Governo.

Entre os feridos durante a operação militar, segundo o comunicado, também está um dos chefes de inteligência dos LTTE que dirigia os guerrilheiros durante os últimos enfrentamentos.

Ontem, o Ministério da Defesa informou sobre a morte de quase 100 rebeldes em Mullaitivu e proclamou que os LTTE "se encontram à beira da derrota total". EFE amp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG