Spams usam nome de Obama para enganar internautas

Empresas que monitoram a segurança na internet dizem que houve um grande aumento de mensagens de spam usando o nome do presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama. Muitas dessas mensagens prometem novos clipes de vídeo com os discursos de Obama ou entrevistas com o democrata, mas, na verdade, ligam o computador do usuário a vírus que roubam informação pessoal e financeira.

BBC Brasil |

Segundo uma empresa de monitoramento, a Sophos, quase 60% dos spams detectados apenas um dia depois das eleições americanas tinham uma relação com o presidente eleito.

De acordo com uma reportagem divulgada no site na revista especializada PC World, um dos spams identificados pela Sophos oferece um link para uma "página oficial de notícias sobre os resultados das eleições".

Ao clicar no link, o usuário é levado para um site com o nome "America.gov" com o que aparenta ser uma série de notícias. Depois de alguns segundos, o site pede que o usuário instale uma versão atualizada do Adobe Flash para ver um vídeo, mas, com isso, são instalados softwares que roubam dados do computador.

Segundo a PC World, um outro spam, descoberto pela empresa Websense, aparenta vir de uma organização de notícias espanhola e oferece um suposto vídeo com entrevistas com assessores de Obama.

Ao clicar no vídeo, o usuário é ligado a um arquivo chamado "BarackObama.exe" que, uma vez executado, instala um vírus do tipo trojan, que conecta o computador do usuário a uma outra máquina.

Segundo a Websense, as plataformas antivírus não estariam detectando o vírus antes da ocorrência dos danos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG