Sophia Loren pede que Nápoles seja libertada das montanhas de lixo

A célebre atriz italiana Sophia Loren lançou nesta sexta-feira um apelo urgente ao governo conservador de Silvio Berlusconi para que livre Nápoles das montanhas de lixo que se acumulam em sua terra natal.

AFP |

"Peço, libertem a Campanha, a província de Nápoles, meu povo, Pozzuoli, a casa de minha infância e os lugares que adoro, desse sofrimento", implorou a atriz, que vive há muitos anos na Suíça.

"Peço que multipliquem os esforços para que essa calamidade tenha fim", assegurou Sophia Loren, de 73 anos.

"As pessoas estão cansadas. Mais de 2.000 toneladas de lixo se acumulam pelas ruas de Pozzuoli, que poderia ser uma pérola turística", lamentou a atriz, ressaltando as belezas arqueológicas de sua cidade, situada em uma zona vulcânica com importantes monumentos antigos romanos.

"Saltam-me as lágrimas ante as imagens de Nápoles divulgadas pela televisão", admitiu a diva do cinema italiano, que cresceu pobre em Pozzuoli e estreou no início dos anos 50 graças a um concurso de beleza.

As crises dos lixos em Nápoles e em toda a região da Campagna causam caos no sul da Itália há 14 anos devido a um sistema ineficaz e corrupto de coleta e tratamento do lixo, do qual a máfia local se beneficia.

bur-kv/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG