Sonia Sotomayor lamenta interpretação errada de comentários polêmicos

Washington, 14 jul (EFE).- Sonia Sotomayor, candidata à Corte Suprema americana, disse hoje lamentar que seus comentários, nos quais afirmou que uma juíza latina poderia determinar sentenças melhor que um homem branco, tenham sido mal interpretados.

EFE |

Essa declaração é o ponto mais polêmico nas audiências de sua confirmação no cargo, que começaram na segunda-feira e continuaram hoje no Comitê Judicial do Senado.

Apesar de, na sessão de terça-feira, Sonia ter corrigido seus comentários, o republicano John Cornyn a pressionou para que voltasse a explicar o que quis dizer.

A juíza disse que a experiência pessoal de um juiz "ajuda a escutar e a entender um caso", mas que o resultado é determinado unicamente pela lei.

Sonia fez o comentário em um discurso em 2001, no qual disse que uma juíza latina "sábia" poderia chegar a uma conclusão melhor em suas sentenças, pela riqueza de sua experiência, que um homem branco que carece dela.

A juíza explicou hoje que o que quis dizer "foi diferente do que o que algumas pessoas entenderam" e afirmou que "lamenta" a interpretação errada.

A magistrada passará o dia todo respondendo às perguntas dos 19 membros do Comitê e também participará em uma reunião a portas fechadas com eles. EFE cma/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG