Somália: Polícia liberta embarcação indiana seqüestrada e detém 4 piratas

Mogadíscio, 22 out (EFE).- A Polícia da região autônoma de Puntlândia libertou uma embarcação indiana que foi seqüestrada na segunda-feira no Golfo de Áden e deteve quatro piratas que interceptaram o navio, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

Segundo um porta-voz da Polícia, general Gani Mohammed Hagi, os piratas atacaram o navio quando seus efetivos estavam pela zona, e conseguiram libertá-lo pouco depois.

"Detivemos quatro dos piratas que abordaram o navio e temos sob nossa custódia outros 11 que detivemos na semana passada", disse Hagi, acrescentando que os seqüestradores "enfrentarão fortes penas quando forem a julgamento, no mês que vem".

Cerca de 70 embarcações foram atacadas no Golfo de Áden este ano, e mais de 35 navios seqüestrados foram liberados após o pagamento do resgate que os piratas somalis exigiam.

Atualmente, os piratas têm 10 navios em seu poder, entre eles dois navios gregos e o ucraniano "Faina", que transportava mais de 30 tanques e munição no momento do seqüestro, e pelo qual os seqüestradores pedem resgate de US$ 8 milhões. EFE aa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG