Somália pede ajuda militar contra avanço de grupos islâmicos

Mogadíscio, 20 jun (EFE).- O presidente do Parlamento somali, Sheikh Aden Mohammed Noor, pediu hoje às nações vizinhas que enviem tropas à Somália nas próximas 24 horas para defender o Governo do país dos grupos islâmicos radicais.

EFE |

Em entrevista coletiva na capital Mogadíscio, Mohammed Noor disse que Etiópia, Quênia, Iêmen e Djibuti deveriam enviar soldados à Somália imediatamente.

Segundo ele, o Governo do presidente Sharif Sheikh Ahmed está prestes a ser derrotado por grupos islâmicos liderados pela milícia Al Shabab, que os Estados Unidos vinculam à Al Qaeda. EFE ia/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG