Solteiros de vilarejo na Índia constroem estrada para poder casar

Moradores solteiros de um vilarejo no oeste da Índia estão trabalhando sem parar para construir uma estrada de seis quilômetros que aumentaria suas chances de se casar. O vilarejo de Barwaan Kala, no estado indiano de Bihar, está localizado no alto das montanhas Kaiumur e é conhecido na região como o vilarejo das pessoas solteiras.

BBC Brasil |

Cerca de 120 dos 1,5 mil moradores do vilarejo com idade entre 18 e 80 anos são solteiros. Segundo eles, a principal razão seria porque o local é muito remoto.

Além da distância e da dificuldade de acesso, Barwaan Kala não possui muita infraestrutura. As seis bombas d'água construídas na região não funcionam e a escola estatal não tem professores. O hospital e o posto policial mais próximos ficam a 45 quilômetros de distância.

Por conta disso, muitas famílias se recusam a permitir que suas filhas se casem com homens solteiros da vila. O último casamento realizado na localidade foi há 50 anos.

"Aqueles que conseguiram se casar, o fizeram de forma clandestina, procurando abrigos temporários em vilarejos menos remotos", disse à BBC Ram Chand Kharwar, que tem 50 anos e é um dos solteiros de Barwaan Kala.

Outro morador, Ram Lal Yadav, explica que o maior problema é que o terreno montanhoso dificulta o acesso de pessoas de fora do local.

Segundo Chandrama Sing, um assistente social que trabalha na região, os moradores solteiros de Barwaan Kala não são "pouco qualificados para casar", mas não há estrada de acesso à localidade, o que prejudica os moradores.

Os moradores recuperaram as esperanças depois que um candidato a deputado estadual visitou o vilarejo durante a campanha eleitoral e prometeu aos moradores que construiria uma estrada, porque, de outra forma, ele também permaneceria solteiro.

Ele ganhou as eleições, apoiado pelos moradores de Barwaan Kala, mas casou-se logo depois da vitória e não cumpriu a promessa feita aos moradores, mesmo depois que eles cobraram a construção da estrada.

Em entrevista à BBC, Ram Chandra Singh disse que tentou levar a questão à assembléia, mas não teve sucesso.

"Tentei levantar a questão do vilarejo seis vezes nos últimos três anos na assembléia estadual. Mas não podemos fazer nada sem autorização porque a região fica dentro de uma área de proteção ambiental", disse.

Apesar disso, os moradores decidiram começar a construção da estrada.

Equipados com pás, martelos e outras ferramentas, eles estão trabalhando em turnos durante 24 horas todos os dias e já finalizaram os três primeiros quilômetros da estrada que vai conectar Barwaan Kala com o resto do distrito de Bhabhua.

"Vamos terminar em breve e esperamos nos casar um dia, assim como os outros", disse Sheo Kharwar, de 28 anos.

O otimismo é compartilhado por outros moradores solteiros da vila, que estão esperançosos em relação à construção de uma estrada que vai permitir o acesso a Barwaan Kala.

Segundo antigos moradores da vila, além do potencial benefício que pode trazer aos solteiros, a estrada ainda vai beneficiar 10 mil pessoas de outras 10 vilas próximas no distrito.

Apesar disso, a construção ainda pode ser impedida por questões legais, já que o vilarejo fica dentro de uma área de proteção ambiental, e precisa obedecer a critérios rígidos para ser construída.

"Os moradores estão realizando uma atividade ilegal sob a perspectiva da Suprema Corte. Vamos tomar as medidas necessárias", disse o official RK Ram.

No entanto, os solteiros estão determinados a finalizar o projeto.

"Venha o que vier, não iremos descansar enquanto não construirmos a estrada de seis quilômetros", dizem os moradores.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG