San José, 7 fev (EFE).- O candidato do Partido Ação Cidadã (PAC), Ottón Solís, foi o primeiro a reconhecer sua derrota e felicitar a governista Laura Chinchilla por sua vitória nas eleições presidenciais realizadas neste domingo na Costa Rica.

Quando a Corte Suprema de Eleições (TSE) anunciava os resultados de 25% das urnas, que colocam Laura à frente com 47,3% dos votos, Solís falou perante seus seguidores, concentrados na sede do PAC, para aceitar uma nova derrota eleitoral, a terceira de sua carreira política.

De acordo com os números oficiais, Solís está no segundo lugar, com 23,3% dos votos, seguido por Otto Guevara, do Movimento Libertário (ML), com 21,9%.

Solís anunciou também que não aspirará de novo à Presidência da Costa Rica, e que por outro lado apoiará quem abraçar as ideias de seu partido e surjam dele para torná-las realidade no país. EFE nda/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.