Tamanho do texto

Ancara, 5 set (EFE) - Dois soldados turcos morreram hoje na explosão de uma mina terrestre na província de Sirnak (sudeste), segundo informaram a imprensa local.

A detonação aconteceu quando um grupo de militares estava vigiando as estradas nesta zona do país, fronteiriça com a Síria e Iraque.

A imprensa turca atribuiu a responsabilidade da colocação da bomba ao grupo armado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

O PKK pegou em armas em 1984 para exigir a independência dos 12 milhões de curdos que vivem na Turquia e desde então mais de 35 mil pessoas morreram nos confrontos entre os rebeldes curdos e as forças de segurança turcas. EFE dt/db