Jenin, 9 jul (EFE).- Um miliciano palestino morreu hoje na cidade cisjordaniana de Jenin, atingido por tiros de soldados israelenses que tentavam detê-lo, informaram fontes das forças de segurança palestinas.

O miliciano, de 27 anos e membro das Brigadas de Abu Amar, parte do braço armado do Fatah, foi morto enquanto fugia de uma unidade da Polícia de Fronteiras israelense.

Os agentes levaram o miliciano para um hospital. Mas, devido aos ferimentos sofridos no pescoço, o palestino não resistiu e morreu, confirmaram fontes militares.

Horas antes, na mesma região, o Exército israelense comunicou a detenção de mais dois milicianos.

As operações de Israel na Cisjordânia, onde não vigora a trégua alcançada em Gaza, são diárias. EFE fn/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.