Soldados georgianos começam a deixar o Iraque

A metade dos 2.000 soldados georgianos mobilizados no Iraque começaram a deixar o país neste domingo para regressar à Geórgia para apoiar as tropas envolvidas nos combates na região georgiana separatista pró-russa da Ossétia do Sul, informou à AFP o comando militar georgiano no Iraque.

AFP |

"Muitos soldados já estão em Tbilisi", declarou um militar que pediu para não ter o nome divulgado.

Outro comandante georgiano no Iraque, o coronel Bondo Maussuradze, disse que a retirada "total" levará "alguns dias".

Segundo o exército dos Estados Unidos, "nós os ajudamos, fornecendo transporte aos georgianos que se retiram".

A maior parte do contingente georgiano fica em Camp Delta, em Kut, a 160 km ao sul de Bagdá.

A tropas georgianas chegaram ao Iraque em agosto de 2003, meses depois da invasão americana. Com os revezamentos feitos, cerca de 4.000 militares georgianos já estiveram no Iraque.

Os soldados georgianos representavam o terceiro contingente em efetivos no Iraque, atrás dos Estados Unidos e da Grã-Bretanha.

kat/sk/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG