Soldados e rebeldes entram em choque no Sudão

Soldados sudaneses entraram em confrontos com rebeldes da região de Darfur nos arredores da capital Cartum, levando à imposição de um toque de recolher na cidade.

BBC Brasil |

Um porta-voz para o grupo Movimento da Justiça e Igualdade (JEM, na sigla em inglês) disse à BBC que seus integrantes tomaram a cidade de Omdurman e estariam agora em confrontos com soldados no norte de Cartum, mas o governo disse que os soldados foram derrotados em Omdurman e que a situação está sob controle.

O Exército sudanês estava se preparando para um possível ataque à capital depois de detectar um grupo rebelde armado na região.

A correspondente da BBC em Cartum, Amber Henshaw, disse que essa é a primeira vez que os rebeldes chegam tão perto da capital.

Um toque de recolher foi imposto das 17h00 do horário local neste sábado (11h00 em Brasília) até às 06h00 de domingo, e estradas e pontes sobre o Nilo estão fechadas.

Henshaw diz que o clima é tenso. Um comunicado do Ministério do Interior fez um apelo para que os moradores da capital fiquem em casa e permaneçam alertas.

Veículos do Exército e um helicóptero de ataque foram vistos se dirigindo para o local dos confrontos. Ainda não está claro se houve vítimas.

Os rebeldes do JEM também afirmam ter tomado a base aérea de Wadi Saidna, ao norte de Cartum, mas isso não foi confirmado por outra fonte.

O grupo luta contra o governo há cinco anos, acusando-o de negligenciar a população de Darfur, que não tem origem árabe. Cerca de 200 mil já morreram.

Os confrontos deste fim de semana acontecem depois de dois dias de choques entre rebeldes e soldados na província de Kordofan do Norte, vizinha de Cartum.

Um porta-voz do Exército disse que os rebeldes entraram no Sudão vindos de bases no Chade e haviam se deslocado através de Darfur até Kordofan.

Leia mais sobre Sudão

    Leia tudo sobre: sudão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG