Soldados dos EUA com gripe deixam o Kuwait

Cairo, 24 mai (EFE).- Os 11 soldados americanos infectados pela gripe suína deixaram o Kuwait para retornar aos Estados Unidos, depois de as autoridades de saúde locais terem confirmado que os militares tinham contraído a doença, informou hoje o jornal local Al Qabas.

EFE |

Outros sete soldados afetados pela gripe estão internados em um hospital na base militar americana de Arifjan, disse a ministra da Saúde interina do Kuwait, Mudi al Hammoud.

Com a aparição destes casos, o Kuwait se transforma no primeiro país árabe a registrar ocorrências da gripe.

Hammoud assegurou ao jornal que a situação está sob controle e que todas as medidas necessárias foram tomadas.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE hh/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG