Soldados do México entram nos EUA e prendem agente

PHOENIX (Reuters) - Soldados mexicanos detiveram por alguns minutos um agente de fronteira dos EUA, depois de cruzarem por engano um remoto trecho da fronteira, no deserto do Arizona, disseram autoridades. O incidente ocorreu ao amanhecer de domingo, mas só foi divulgado na quarta-feira pela Patrulha Fronteiriça dos EUA em Tucson. De acordo com esse relato, quatro soldados mexicanos, armados e com fardas camufladas, abordaram o agente que patrulhava uma estrada fronteiriça na reserva indígena de Tohono OOdham, a sudoeste de Tucson.

Reuters |

O porta-voz Mike Scioli disse que o agente se identificou repetidamente em inglês e espanhol, e que só após quatro minutos de confrontação os quatro soldados abaixaram suas armas e cruzaram a fronteira de volta, a pé.

Aquele trecho tem grande atividade de traficantes de drogas e seres humanos, e a fronteira nem sempre é claramente demarcada, disse Scioli.

O Departamento de Estado dos EUA tratou o caso como um 'mal-entendido momentâneo sobre a exata localização da fronteira', mas disse que notificou o governo mexicano sobre o caso, e que ambas as partes levaram o incidente a sério.

Scioli disse que desde 1o de outubro de 2007 já foram registrados 42 casos de violação acidental de militares mexicanos ao longo dos quase 3.200 quilômetros de fronteira comum.

(Por Tim Gaynor)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG